Sem roubar a cena com o vestido de madrinha

Escolher um vestido de madrinha não é a tarefa mais fácil do mundo, principalmente se a noiva precisa (ou decide) intervir. As noivas querem suas madrinhas bem vestidas e em harmonia com o casamento, mas, muitas vezes, não sabem como lidar com o assunto.

 Vestido de Madrinha

Vestido de Madrinha

Todo mundo igual ou todo mundo diferente?

É costume lá fora, mas a moda de todas as madrinhas vestidas iguais ainda não pegou aqui no Brasil. Embora algumas noivas façam essa escolha, esses casamentos ainda são uma porcentagem muito baixa quando comparada à totalidade dos casamentos.

Entretanto, é bom que a noiva tenha um pouco de controle sobre os vestidos da madrinha, afinal, o destaque da festa tem que ser o casal e não os convidados, por mais importantes que eles sejam.

A primeira opção é a noiva realizar uma reunião com as madrinhas para estabelecer algumas regrinhas básicas de como elas deverão se vestir para a ocasião. Decotes, transparências e até mesmo o comprimento do vestido podem ser problemáticos, caso as madrinhas não usem de bom senso.

Madrinhas de Casamento

Vestido de Madrinha

Cores e modelos de vestidos

Um dos principais motivos pelos quais as noivas não aderiram à moda de padronizar o vestido das madrinhas é a noção de que um modelo pode valorizar o corpo de uma madrinha, mas ficar estranhíssimo em outra. Então, querer escolher o modelo dos vestidos, pode ser um pouco incômodo para algumas noivas.

A noiva pode optar por ter todas as madrinhas vestidas de uma cor determinada por ela. Pode ser a cor tema do casamento, pode ser uma variação de cores para criar determinado efeito (lembre-se: madrinhas e padrinhos de casamento aparecerão em diversas fotos e momentos).

Vestido de Madrinha

Entretanto, é importante lembrar que fazer tais escolhas pode gerar um pouco de resistência por parte de algumas madrinhas: considere que alguma (ou até mesmo todas) delas precisarão comprar seu vestido de madrinha e esse tipo de roupa não costuma ser barato.

Para as noivas que decidirem padronizar as cores ou modelos dos vestidos de madrinha, uma dica que pode ser útil: converse com as madrinhas com antecedência, dessa forma elas poderão se preparar (inclusive, financeiramente) para o seu grande dia.

Vestido de Madrinha

Madrinhas: cuidado!

O papel das madrinhas, entre vários outros, é de ajudar a noiva, descomplicando todos os aspectos possíveis do casamento. Isso inclui não criar confusões desnecessárias e usar de bom senso.

Se você ocupa a posição de madrinha, no mínimo deve saber qual o estilo do casal e, principalmente, como deveria se portar no dia do evento. Além disso, é esperado que você saiba que as estrelas do dia (ou da noite) são o casal, então não fique tentando chamar mais a atenção que eles.

E, claro, a etiqueta de casamento dita que as madrinhas não devem usar preto, muito menos branco. Exceto se a noiva especificar que não se importa (ou que gostaria que as madrinhas estivessem usando tais cores), não seja a pessoa que quis roubar a festa.

Vestido de Madrinha

Cerimônias diferentes, vestidos diferentes

Acontece que algumas noivas têm inovado com os estilos de casamento. Cerimônias durante o dia, por exemplo, pedem por materiais mais finos e cores mais claras; cerimônias no período de inverno podem pedir por tecidos mais pesados. O mesmo funciona para decotes, transparências e cores mais fortes: se combina com a cerimônia, por que não usar?

É necessário que noiva e madrinhas estejam em sintonia para conseguirem definir o que combina melhor com o casamento, o estilo do casal e das madrinhas. Para isso, é importante que elas conversem, e muito.

Vestido de Madrinha

Lembrancinhas de casamento diferentes: já escolheu as suas?

Assim como acontece em aniversários e outras celebrações, se tem algo pelo qual as pessoas esperam são as lembrancinhas de casamento diferentes. E, nesse caso, quanto mais original, melhor.

As lembrancinhas de casamento são uma forma de agradecimento a todos aqueles que fizeram parte do dia de vocês. Muitos casais, inclusive, fazem vários tipos de lembrancinhas, para cada etapa do casamento: tem a lembrancinha de convite para padrinhos e madrinhas, a lembrancinha para as crianças do cortejo, lembrancinhas para os pais e a lembrancinha dos convidados.

Lembrancinhas de Casamento

Lembrancinhas de Casamento

Quanto vou precisar?

Dois pontos a serem considerados, antes de qualquer coisa, são as quantidades. Quanto vou gastar com as lembrancinhas? E quantas lembrancinhas vou precisar?

Os gastos com lembrancinhas devem corresponder a, até, 3% do orçamento total do casamento. Se vocês estiverem trabalhando com um orçamento um pouco mais apertado, sempre existe a possibilidade de criar lembrancinhas de casamento baratas e, ainda assim, diferentes.

Lembrancinhas de Casamento

Já a quantidade de lembrancinhas vai variar de acordo com suas escolhas. Lembrancinhas comestíveis são destinadas a todos os convidados, inclusive às crianças, e é recomendado sempre calcular 10% acima do número de convidados estipulados. Já lembrancinhas mais direcionadas (seja um kit de toalhinhas ou uma caixinha personalizada com uma mensagem do casal), em geral, são contabilizadas apenas para as mulheres.

Porém, essa contagem pode dar muito errado. O ideal seria fazer a conta por núcleo familiar, levando em consideração que as mulheres costumam se importar mais com as lembrancinhas do que os homens, mas isso não os exclui. Aqui a regra dos 10% continua sendo aplicada: nunca se sabe que tipo de imprevisto pode acontecer.

Antes da cerimônia

Muito tempo antes da cerimônia, quando o casal começa a escolher quem serão os convidados especiais, começam as preocupações sobre o modo de fazer esses convites. As ideias de lembrancinha para convidar os padrinhos são as mais diversas possíveis.

Caixinhas com mimos, bottons divertidos, bloquinhos de anotações e, até mesmo, adereços para serem usados no casamento, são algumas das ideias mais populares entre as noivas. E os convidados, claro, adoram.

Lembrancinhas de Casamento

Para as crianças que podem compor o cortejo (pajens, daminhas e floristas), a grande maioria das ideias envolve doces: bisnagas de brigadeiro, caixinhas com cupcakes, cookies ou balinhas. Mas não é por isso que você precisa seguir esse mesmo caminho. Na hora de convidar, a lembrancinha precisa tanto agradar quem vai recebê-la, quanto servir como uma amostra do que o casal espera que seja o casamento.

Lembrancinhas de Casamento

No dia do casamento

É costumeiro que o casal, no dia do casamento, também decida agradecer aos padrinhos e madrinhas com uma lembrancinha especial (não é necessário, mas algumas pessoas acham de bom tom).

Nesse ponto, a imaginação vai longe e os presentes podem ser um pouco mais caros e refinados do que no momento do pedido (e vice-versa, vocês podem escolher um presente maior para fazerem o pedido e apenas uma lembrancinha de agradecimento no momento do casamento).

Lembrancinhas de Casamento

Lembrancinhas de Casamento

As ideias mais populares, no entanto, tem sido aquelas que dificilmente vão terminar na lata de lixo. Tanto lembrancinhas úteis, quanto lembrancinhas consumíveis acabam sendo a sensação de toda a festa.

Vocês podem montar caixinhas com bem casados ou amêndoas (caso desejem algo bem tradicional) ou pequenos frasquinhos com balinhas personalizados com o nome do casal. Aqueles mais sustentáveis tem até a opção de entregarem mudinhas de plantas para os convidados cultivarem em casa.

Lembrancinhas de Casamento

Como entregar as lembrancinhas?

Depois de todas as decisões tomadas e as lembrancinhas compradas, paira a dúvida de como entregá-las. No caso de uma cerimônia sem recepção, a ideia é que as lembrancinhas sejam entregues pelas madrinhas ou daminhas (e até pela própria noiva) ao fim dos cumprimentos, para os convidados que a cumprimentarem.

Já em casamentos seguidos de festa, a melhor ideia é montar um mesa com as lembrancinhas, próxima do local de saída, assim, cada convidado pode pegar sua lembrancinha antes de ir embora para casa.

lembrancinhas-de-casamento-diferentes-2

Nesses casos, o ideal é colocar um número limitado de lembrancinhas nessa mesa e, com a ajuda de alguém, elas serem constantemente repostas. Uma boa ideia, também, é que essa mesa só seja montada depois que o buffet for servido, pois é o momento em que os convidados podem começar a ir embora.

Organizando o Chá de Panela

Uma amiga vai se casar em 40 dias e, no meio de toda a correria, não teve tempo de pensar sobre o chá de panela. A ideia, então, foi recorrer às madrinhas. Acontece que nenhuma delas é casada (ela vai ser a primeira do grupo) e, para ser bem honesta, a grande maioria nunca demonstrou muito interesse em se casar.

Por conta dessa noiva, vamos chamá-la de Cecília, todo o grupo de amigas teve que se virar e começar a entender um pouco mais das tradições de um casamento. Elas, que gostam de festas, se interessaram, claro, por cuidar das partes festivas: ajudar na organização da recepção, na despedida de solteira e no chá de panela.

Durante as buscas, elas se depararam com diversos detalhes e acabaram por me pedir uma ajudinha. E lá fui eu socorrer as meninas perdidas.

 Chá de Panela

Chá de Panela

Quando fazer o chá de panela?

A primeira dúvida que surge sempre é sobre a data. Nessa altura dos preparativos, as amigas já perceberam quão corrida é a vida da noiva: são milhares de decisões a serem tomadas em um tempo que parece passar cada vez mais rápido.

Independente de quem esteja organizando o chá, é necessário lembrar-se de verificar a disponibilidade do casal para o evento. Não adianta organizar uma festa toda elaborada no fim de semana em que eles estarão, digamos que, visitando buffets para degustações.

À parte desse detalhe, é costumeiro que o chá de panela seja realizado entre dois meses e 15 dias antes do casamento. O ideal seria conseguir fazer a festa quando estiver faltando um mês: o casal ainda não estará na fase crítica de últimos acertos do casamento, mas também não estará perdido com relação a vários detalhes.

Chá de Panela

Quem convidar para o chá de panela?

Regra de ouro: lembre-se de verificar se as pessoas que você planeja convidar para o chá foram convidadas para o casamento. Além de criar um clima muito chato, pode haver um motivo pelo qual a pessoa não havia sido convidada e que você desconhece.

Fora isso, não há necessidade de convidar todas as pessoas do casamento para o chá. Lembre-se de priorizar o convite das pessoas que sejam mais próximas do casal, especialmente familiares.

Chá de Panela

Onde fazer o chá de panela?

A escolha do local fica a critério de vocês. Pode ser em um local aberto, estilo piquenique; pode ser na casa de alguém; pode ser em um salão de festas ou restaurante; as possibilidades são inesgotáveis.

Detalhes importantes

As atividades do chá se dividem, basicamente, em três áreas: comes e bebes, brincadeiras, decorações e lembrancinhas.

Comes e Bebes

Vocês precisam montar um menu ou estabelecer o que será servido e calcular as proporções de acordo com o número de convidados. É costume montar um menu com itens salgados, doces e algum tipo de bolo, torta ou cupcakes (lembrando que se trata de uma festa).

Chá de Panela

Decoração e Lembrancinhas

Esses dois itens costumam estar juntos. Em um modo de economia, disse a elas que uma das coisas que 9 em 10 organizadoras da festa costumam fazer é usar as lembrancinhas como parte da decoração (ou montar uma decoração que depois possa ser levada para casa pelos convidados).

As plaquinhas divertidas para foto fazem sucesso em todas as festas e têm diversos adereços para deixar os convidados hilários.

Já os kits de toalhinha e sabonetes podem fazer um belo arranjo na mesa, que vai sendo desfeito à medida que os convidados vão embora.

Chá de Panela
Chá de Panela

Jogos e Brincadeiras

Ah, o ponto alto das comemorações pré-casamento. Nessa parte, as dúvidas quase não existiam: além de fazerem uma brincadeira clássica de perguntas e respostas sobre os noivos, com prendas e castigos, elas queriam fazer um bingo de chá de panela.

Para quem não conhece, funciona dessa forma: cada pessoa recebe uma cartelinha de bingo e preenche com o que ela acha que os noivos ganharam de presente. Quando a noiva for abrindo os presentes, os convidados vão marcando os itens. O primeiro a marcar uma linha, coluna ou diagonal ganha uma lembrancinha especial (ou o direito de ditar algum castigo para os noivos).

Chá de Panela - Bingo

Chá de Panela

7 Estilos Fotográficos para Casamento

Ainda não escolheu seus fotógrafos, mas já está ansiosa para saber como vão ficar suas fotos de casamento? Saiba que a escolha desses profissionais influenciará diretamente no resultado e no estilo do seu álbum.

Como cada fotógrafo tem um olhar diferente, é importante que você descubra e entenda o que te agrada mais. Para ajudar, reunimos 7 estilos fotográficos de casamento para você conhecer e escolher seu favorito.

Fotos de Casamento

Fotos de Casamento

1. Digital

A primeira decisão a tomar é se você vai querer todas as suas fotos digitais. Essa é a opção mais comum entre os fotógrafos de casamento, pois tem várias vantagens, como permitir que os noivos vejam prévias poucos dias após o casamento e possibilitar registros em ambientes com baixa luminosidade, como no caso de casamentos no fim da tarde ou à noite. Além disso, é possível ajustar a câmera na hora, de acordo com a necessidade, já que a tela permite ver em tempo real as fotos tiradas.

Fotos de Casamento - Estilo DigitalFoto: Jasmine Star

2. Analógico

Em seu casamento, você pode mesclar fotos digitais e analógicas. Essas últimas deixarão seu álbum mais suave e orgânico, além de apresentar um contraste único (e absolutamente lindo) entre claridade e sombra. Contudo, encontrar fotógrafos de casamento que trabalhem com filme é bem mais difícil e muito provavelmente sairá mais caro. O processamento das imagens e a edição serão bem mais demorados também.

Fotos de Casamento - Estilo AnalógicoFoto: Braedon Photography

3. Clássico

Em relação à aparência das fotos, o estilo clássico costuma ser o mais desejado – você muito provavelmente o encontrará nas fotos de casamento dos seus pais e/ou avós. As fotos, mesmo com o passar dos anos, continuam lindas e elegantes. Elas refletem a realidade (parecem um pouco com o fotojornalismo), mas trazem em si a sensibilidade artística do fotógrafo, que tem liberdade de criar a partir de momentos comuns.

Fotos de Casamento - Estilo ClássicoFoto: Genya O’Neall

4. Artístico

Se você acha que não combina muito com vocês um álbum com os retratos clássicos, com o casal sempre olhando fixamente para a câmera com um sorriso no rosto, talvez seja um toque artístico que tanto procuram. Escolhendo bem seu fotógrafo, vários momentos únicos podem se transformar em verdadeiras obras de arte. Nesse estilo fotográfico, é muito importante que o casal participe da criação, pois suas ideias e particularidades deixarão o resultado ainda mais especial.

Fotos de Casamento - Estilo Artístico
Foto: Angelica Glass

5. Cotidiano

Segundo o fotógrafo Allan Zepeda, o estilo lifestyle (fotografia do cotidiano) é o fotojornalismo redefinido. Para você entender melhor, são aquelas fotos dos noivos sendo noivos e fazendo coisas relativas ao casamento. O resultado é bonito e agradável e transmite uma sensação de leveza. Embora descontraídas, as fotos envolvem uma certa direção e produção. Nesse caso, o fotógrafo fica encarregado por encontrar os melhores momentos e, com o casal, criar as melhores cenas.

Fotos de Casamento - Estilo CotidianoFoto: Allan Zepeda

6. Dramático

A iluminação é o principal elemento da fotografia dramática. Nesse estilo, é importante que os fotógrafos sejam experientes e habilidosos, pois precisarão se adaptar à luz ambiente ou criar sua própria luz num dia nublado, por exemplo. É fundamental que você não se deixe influenciar por apenas uma ou duas fotos incríveis. Faça questão de olhar álbuns inteiros de vários casamentos semelhantes ao seu para ter certeza da consistência do fotógrafo.

Fotos de Casamento - Estilo DramáticoFoto: Vanessa Joy Photography

7. Fotojornalismo

Se, no lugar de fotos posadas e altamente produzidas, você espera que seu fotógrafo capture a beleza e a simplicidade de momentos reais, esse é seu estilo. Nesse caso, a palavra de ordem é espontaneidade. A capacidade do fotógrafo de escolher ângulos e cenários é que influenciará na beleza das suas fotos de casamento. O registro fica lindo e verdadeiro quando ele consegue capturar interações e momentos marcantes.

Fotos de Casamento - Estilo FotojornalismoFoto: Charlotte Jenks Lewis

10 Melhores Suítes para Lua de Mel do Mundo

Separamos para você 10 suítes para lua de mel que estão entre as mais incríveis do mundo! Espalhadas em diferentes continentes, cada uma tem um estilo e uma decoração característica, mas todas têm algo em comum: a capacidade de deixar a gente babando, morrendo de vontade de correr para fazer logo uma reserva. Aproveitem!

Suítes para Lua de Mel


Suítes para Lua de Mel

1. Mykonos (Grécia) – Mikonos Blue

Luna Blu Suite

A romântica Suíte Luna Blu tem uma piscina privativa e decoração inspirada no Mar Egeu. Luxuosa, espaçosa e muito confortável, oferece uma deslumbrante vista para o mar. Nela, os recém-casados poderão desfrutar de uma cama king size, um chuveiro em pedra polida com luz LED para fototerapia e um jardim para banhos de sol. Bastante equipada, oferece sistemas modernos de internet, som e televisão.

Suítes para Lua de Mel

2. Xudum Okavango (Botsuana) – Delta Lodge

The Lodge

A suíte do Delta Lodge, localizado em Xudum Okavango, fica aberta para a savana africana, com vista para uma lagoa sazonal, onde vive uma família de hipopótamos. Casais em lua de mel poderão experimentar a sensação de liberdade sem abrir mão de sua privacidade. O andar de cima atinge a copa das árvores ao redor e serve tanto como área de descanso quanto como sala de refeições, para casais que desejem jantar sob as estrelas.

Suítes para Lua de Mel

3. Tokyo (Japão) – Mandarim Oriental

Presidential Suite

A maior e mais luxuosa suíte do Mandarim Oriental tem janelas que vão do chão ao teto, com vista para a cidade. Os recém-casados poderão aproveitar uma cama king size com lençóis de algodão egípcio e um grande closet que conecta o quarto ao banheiro-spa com jacuzzi. A suíte também inclui uma espaçosa sala de jantar, uma sala de estar com escritório e um hall de entrada, decorados com obras de arte.

Suítes para Lua de Mel

4. Dubai (Emirados Árabes) – Burj Al Arab

Royal Suite

Na suíte com dois ambientes do Burj Al Arab, você vai se sentir membro da realeza. O elevador privativo se abre para dois andares de pura opulência. Chegando lá, os casais encontram um iPad em ouro 24 quilates e 17 opções de travesseiros. Além de duas jacuzzis, a suíte conta com um cinema privativo. A decoração árabe é característica. O hotel, em formato de vela de barco, está construído sobre uma ilha artificial de 280 metros.

Suítes para Lua de Mel

5. La Fortuna (Costa Rica) – Nayara Springs

Springs Villa

Isolada pela folhagem da floresta de um parque ecológico, encontra-se a Springs Villa, que é a melhor suíte do hotel boutique Nayara Springs. Ela é o destino perfeito para uma lua de mel inspirada no romance entre Tarzan e Jane. Na suíte, você encontrará uma cama com dossel, decorada com pétalas de rosa. Na varanda particular, poderá aproveitar a natureza enquanto relaxa na rede ou mergulha na piscina de águas termais.

Suítes para Lua de Mel

6. Paris (França) – Hôtel Plaza Athénée

Royal Suite

Situada na cidade mais romântica do mundo, principal destino de casais em lua de mel, a suíte do Hôtel Plaza Athénée tem mobiliário francês em tecidos suntuosos, um piano de cauda, uma mesa de jogos, TVs de plasma, uma sala de jantar, quatro banheiros, uma jacuzzi e, claro, a Torre Eiffel se insinuando pela janela principal. O hotel é facilmente reconhecido de fora, com seus toldos e flores vermelhas nas varandas em Art Noveau.

Suítes para Lua de Mel

Suítes para Lua de Mel

7. Rangali Island (Maldivas) – Conrad Maldives Rangali Island

King Deluxe Beach Villa

Sonho de todo casal em lua de mel, a King Deluxe Beach Villa, em Maldivas, oferece espaço e conforto numa praia paradisíaca. A suíte, com janelas do chão ao teto, tem uma linda vista para o Oceano Índico. Conta também com uma piscina, um jardim e uma casa de banhos sem paredes, circundada por folhagens e flores, onde os casais podem relaxar com óleos aromáticos, velas e pétalas de rosas.

Suítes para Lua de Mel
Famoso por possuir um restaurante sob a água, em ocasiões especiais, o resort transforma o ambiente num quarto privativo, onde os casais podem ter a experiência única de dormir enquanto apreciam o nado dos tubarões.

Suítes para Lua de Mel

8. Honolulu, Hawaii (EUA) – Halekulani Hotel

Orchid Suite

Discreto e reservado na praia Waikiki, o Halekulani Hotel permite que os recém-casados aproveitem momentos de descanso e relaxamento em seu paraíso tropical pessoal. A Orchid Suite tem uma sala de estar, uma sala de jantar, uma varanda privativa e um jardim, todos com vista para a exuberante cratera de Diamond Head, ponto turístico mais famoso da cidade e mundialmente conhecido.

Suítes para Lua de Mel

9. Barnard, Vermont (EUA) – Twin Farms

Aviary Cottage

O Twin Farms é um resort all inclusive contemporâneo, todo em madeira e elegantemente decorado. A suíte Aviary Cottage conta com uma cama king size em couro vermelho, uma banheira de pedra com hidromassagem e uma lareira. Muito aconchegante e em meio a natureza (que pode ser vista pelas janelas que circundam a suíte), é o local perfeito para passar momentos românticos e inesquecíveis, com uma taça de vinho na mão.


Suítes para Lua de Mel

10. Cappadocia (Turquia) – Argos in Cappadocia

Splendid Suite

Situado no interior de um antigo mosteiro no vilarejo de Velho Uchisa, o Argos in Cappadocia oferece, no andar inferior da Splendid Suite, uma piscina privativa, construída numa caverna. As paredes formam um arco, sendo metade feita de pedra e metade esculpida na rocha. Na parte superior, a suíte tem um terraço com uma bela vista para o Pigeon Valley e uma confortável sala de estar.

Suítes para Lua de Mel

A evolução do vestido de noiva nos séculos XX e XXI

A busca pelo vestido de noiva perfeito começa meses antes da celebração. A escolha do vestido diz muito sobre a opinião da noiva, mas – mesmo que inconscientemente – também diz muito sobre a época em que ela está se casando.

A mesma moda que dita se as calças jeans do momento são de cós alto ou baixo, flare ou skinny, faz com que as noivas decidam por um vestido off white e não branco, com ou sem véu.

As mudanças são tantas que renderam até uma exposição em um museu de Londres, trazendo a trajetória e mudanças dos estilos entre os anos de 1795 e 2014. A exposição ficou aberta ao público de setembro de 2014 a março de 2015, mas o site da exposição ainda pode ser acessado aqui (em inglês).

Resolvemos, então, apresentar às nossas leitoras as mudanças ocorridas no últimos 100 anos. Quem sabe isso não ajuda você a se decidir sobre o vestido do seu casamento?

Vestido de Noiva

Vestido de Noiva

Década de 1910

Seguindo as tendências Belle Epóque (período cultural cosmopolita na Europa que durou até o fim da Primeira Guerra Mundial), na década de 1910 os vestidos de casamento traziam detalhes florais e ajuste acinturado. O véu era item indispensável para compor o visual da noiva.

Década de 1920

Diferentemente da década anterior, os vestidos passaram a ser mais soltos, tendo as mulheres se desvencilhado do uso de espartilhos e corsetes. A famosa estilista Coco Chanel foi a responsável por encurtar os vestidos de noiva, criando uma nova moda no período.

Vestido de Noiva - Década de 20

Década de 1930

As mulheres voltaram a utilizar vestidos que se ajustavam às formas do corpo. Ainda assim, as mangas e véus começaram a aumentar de tamanho. Foi nessa época que as grandes estrelas do cinema mundial começaram a influenciar a moda.

Vestido de Noiva - Década de 30

Década de 1940

Em tempos de guerra, era importante saber reaproveitar os vestidos, fazendo-se necessária uma maior preocupação com o material. Com muitos soldados partindo para as batalhas, vários casamento eram realizados às pressas e, com isso, surgiam as primeiras casas de aluguel de vestidos. Quanto às vestimentas, nessa época os terninhos femininos começaram a fazer suas primeiras aparições, inclusive nos casamentos.

 Vestido de Noiva - Década de 40

Década de 1950

Passada a Guerra e com a diminuição da crise, os cuidados com a escolha do vestido de noiva ficaram ainda maiores. O realce da feminilidade voltou com tudo, tendo as mangas longas e cintura bem marcada como grande destaque.

Vestido de Noiva - Década de 50

Década de 1960

Assim como nos anos 1940, a moda trouxe de volta os vestidos mais curtos. Os casacos de pele começaram a fazer parte da indumentária dos casais mais descolados, acompanhando o movimento da liberdade de expressão.

Vestido de Noiva - Década de 60

Década de 1970

No auge do movimento hippie, a simplicidade chegou aos vestidos de noiva, também. Vestidos de algodão, estilo retrô e os chapéus estavam em alta.

Vestido de Noiva - Década de 70

Década de 1980

Os anos 1980 ficaram marcados pelo casamento da princesa Diana, trazendo à moda os vestidos com mangas bufantes e saias armadas. Os tecidos passaram a ser mais pesados, com muitas rendas e babados.

Vestido de Noiva - Década de 80

Vestido de Noiva - Década de 80

Década de 1990

Os vestidos começaram a ousar mais e realçar o corpo feminino. Vestidos colados, ombros à mostra e tecidos menos trabalhados reforçam o minimalismo das décadas anteriores.

Vestido de Noiva - Década de 90

Década de 2000

Os anos 2000 chegaram adicionando um pouco de cor aos vestidos, até então, majoritariamente brancos. A cintura marcada volta a ter destaque e a estilista da vez é Vera Wang.

 Vestido de Noiva

Década de 2010

Os vestidos curtos dos anos 1940 e 1960, se popularizaram junto com a onda de originalidade e estilo próprio que vêm tomando os casamentos.

 Vestido de Noiva