Orçamento de casamento: passo-a-passo para montar o seu

Orçamento de CasamentoImaginar o casamento perfeito pode ser uma perdição. Principalmente para aqueles casais que têm dificuldades em elaborar um orçamento e se manter fiel a ele. Para ajudar nesse momento, nós elaboramos um passo-a-passo de como criar e utilizar seu orçamento de casamento da melhor forma possível e de qual porcentagem utilizar em cada item dos preparativos, como alianças, cerimônia, recepção, buffet, decoração, fotografia, filmagem, entretenimento, convites etc.

Orçamento de Casamento

1. Conversem

Conversar é fundamental. Converse com seu noivo, com seus familiares e, até mesmo, com aquela amiga que você sabe ser totalmente controlada com dinheiro. Por mais que, para algumas pessoas, dinheiro seja sempre um tópico tenso de ser abordado em qualquer conversa, nesse caso, é melhor falar sobre.

Quanto mais vocês conseguirem conversar e decidir sobre os gastos, sobre o dinheiro que poderão utilizar e quanto estão dispostos a poupar, menores as chances de acontecer algum problema e vocês começarem o casamento cheios de dívidas e preocupações.

orcamento-de-casamento-5

2. Ajudas?

Conversando, inclusive, vocês podem descobrir se terão alguma ajuda na hora de pagar as contas. E isso não precisa partir das pessoas. Alguns casais contam com ajuda dos pais, tanto da noiva quanto do noivo.

É claro que isso depende do que vocês, enquanto casal, decidirem. Vocês podem querer pagar todo o casamento, assim como podem aceitar de bom grado qualquer ajuda que seja disponibilizada. Não há nada de errado com nenhuma das possibilidades, desde que o casal esteja de acordo.

3. Quanto estão dispostos a gastar?

Decididos sobre quem vai pagar o quê, chega a hora de estabelecer quanto vocês consideram possível e estão dispostos a gastar com o casamento.

Vocês devem estipular um valor máximo que podem gastar, sem que isso comprometa o futuro financeiro do casal. Afinal, quem quer começar uma nova vida – a dois – cheia de dívidas?

Orçamento de Casamento

4. Separando o dinheiro

Uma boa ideia é abrir uma conta, preferencialmente tipo Poupança, para que o dinheiro destinado ao casamento fique separado dos demais gastos.

Nessa conta, vocês armazenarão o dinheiro para o casamento. E, para isso, precisam estipular um valor a ser depositado, não importa o que aconteça. Uma boa forma de organizar isso é escolher um valor mínimo de depósitos a serem feitos por mês.

5. Quanto podem guardar mensalmente?

Tendo em vista o total de dinheiro que precisarão ter, chega a hora de estipular quanto poderão reservar por mês.

O ideal é que 20% do rendimento do casal sejam separados e depositados em uma conta. Mas, como dissemos, a ideia é que esse seja um valor mínimo. Se em determinado mês os gastos do casal forem menores, vocês poderão poupar mais dinheiro, embora isso não signifique que no mês seguinte podem adicionar menos dinheiro na conta. Fiquem atentos a isso!

Orçamento de Casamento

6. Quantidade de pessoas/gasto por pessoa

A quantidade de convidados influencia diretamente no tamanho do gasto que vocês terão. Desde o aluguel de um espaço que comporte todo mundo, até ao valor do buffet (que, via de regra, é calculado por pessoa).

Esse é um bom momento para que vocês estipulem uma base do que seria a lista de convidados. Vocês, ainda, não precisam ter o número certo de convidados, mas um número mais próximo do que será a realidade.

Dentro disso, precisam analisar quanto poderão gastar com cada pessoa (do convite à lembrancinha).

7. Data do casamento

Pode parecer estranho, mas a data do casamento também influi na quantidade de gastos. Em mais de uma forma.

Uma maneira de otimizar o orçamento de casamento de vocês é pensar sobre os detalhes. Certos tipo de produtos (desde ingredientes para o buffet até as flores para a decoração) são sazonais (variam de acordo com a época do ano), o que pode encarecer ou baratear os custos.

Além disso, certos serviços têm custos maiores em épocas de maior procura. Datas próximas a grandes feriados e épocas de grande incidência de casamentos (como maio e dezembro), se evitadas, podem contribuir para a diminuição dos gastos.

8. Quanto gastar com…

Agora, se tem algo que vai ajudar é dividir os gastos em etapas. Pensem no orçamento de casamento total. Vocês devem atribuir porcentagens a cada item a ser pago.


Orçamento de Casamento


Considerando um orçamento de R$30 mil

A. Recepção

Na recepção, o ideal é que sejam gastos, aproximadamente, 38% do orçamento (ou 46% se incluirmos entretenimento e iluminação). Pode parecer uma quantidade alta, mas vocês precisam lembrar que uma grande gama de serviços já está nesse cálculo.

No item da recepção, vocês devem levar em consideração não só o local em que será realizado, mas – também – os gastos com buffet e quaisquer atividades que vocês desejem ter.

Para o nosso orçamento de casamento fictício, o valor a ser gasto com a recepção seria R$11.400,00.

Caso vocês decidam contratar o buffet separado do local, o ideal é que o valor gasto com toda a parte de alimentação do casamento custe, em média, 28% do total. Sendo assim, R$ 8.400,00.

Orçamento de Casamento

B. Cerimônia

Em geral, os custos com a cerimônia não costumam ser elevados. Alguns locais de celebração podem ter taxas de reserva da data ou da contratação de determinados profissionais.

Para a cerimônia é recomendado destinar 8% do orçamento. No nosso orçamento de casamento fictício, essa porcentagem seria igual à R$ 2.400,00.

C. Trajes

Nesse ponto, os gastos podem ficar um pouco complicados. Vocês precisam pensar se vão alugar ou comprar os trajes, o que pode afetar nos gastos. Independente disso, é esperado que os gastos com trajes fiquem em torno de 10% do orçamento total.

Além disso, nos trajes também precisam ser inclusos os gastos com as roupas das crianças que farão parte do cortejo (damas de honra, pajens e/ou floristas). É claro que o casal precisa conversar com os pais das crianças e decidir quem vai pagar por esse serviço, mas é costumeiro que os noivos se ofereçam para pagar.

Para o nosso orçamento de casamento fictício, o valor a ser gasto com os trajes seria de R$ 3.000,00.

Orçamento de Casamento

D. Flores e Decoração

As flores e decoração do casamento são uns dos itens que podem ter o custo bastante flexível, principalmente quando o casal leva em consideração que determinados pacotes de serviço. Alguns locais de recepção já incluem em seus custos a decoração do local. O mesmo pode ocorrer em alguns locais de cerimonia. Nesse caso, os custos podem ser facilmente diminuídos e os 10% que antes seriam dedicados a esse propósito, podem ser empregados para algum outro gasto.

Considerando nosso orçamento de casamento, e o fato de que nenhuma empresa nos ofereceu esse serviço, o valor a ser gasto seria R$3.000,00.

E. Entretenimento e iluminação

Toda celebração precisa de música. E esse é um item que muitos casais não abrem mão nessa data.

O entretenimento do casamento varia das escolhas do casal. Pode ser que vocês prefiram contratar um DJ, ou uma banda, ou ambos. Pode ser que vocês decidam por uma cabine fotográfica. Ou talvez vocês queiram luzes estroboscópicas e robôs. Tudo depende do casal, desde que caiba nos 8% destinados ao entretenimento e iluminação.

Em nosso orçamento de casamento fictício, o valor correspondente a isso seria R$2.400,00.

F. Fotografia e filmagem

Em tempos de smartphones e câmeras digitais, há quem desconsidere a importância da fotografia e da filmagem em um casamento. Grande erro! Por mais que os aparelhos produzam imagens de qualidade e pareçam ser tão bons quanto os profissionais, falta – muitas vezes – o conhecimento de como operá-los.

É recomendado que 12% do valor total sejam direcionados à contratação de fotógrafos e videógrafos, que ficarão responsáveis por registrar todos os momentos mais importantes do dia de vocês.

Em nosso orçamento de casamento fictício, isso representará R$3.600,00.

Orçamento de Casamento - Fotografia

G. Artigos de Papelaria

Por mais que nem sempre pareça, a parte de papelaria de casamento é algo que costuma encarecer o orçamento. Justamente porque as pessoas não costumam julgar que de baratinho em baratinho o valor vai crescendo e ficando caro.

Uma coisa é você fazer 20 convites que custem R$12; outra coisa é você comprar 200 convites a esse preço. É esperado que o casal gaste em torno de 3% do orçamento com os itens de papelaria (e isso já inclui o envio dos convites, por exemplo).

Em nosso orçamento de casamento fictício, o valor gasto seria de R$900,00.

H. Alianças de casamento

A compra das alianças de casamento também figura nessa lista. O orçamento de vocês deve cobrir todos os gastos da celebração, e isso inclui os 5% que devem ser destinados à compra das alianças.

Em nosso orçamento de casamento fictício, R$1.500,00 teriam essa finalidade.

I. Estacionamento e transporte

Nem sempre acontece, mas algumas noivas gostam de chegar à cerimônia em um carro diferente. E, independente disso, é importante pensar no estacionamento para os convidados. Tudo isso, entretanto, não é crucial e nem o mais importante da festa.

São indicados 3% do orçamento total para esses itens, mas é bom lembrar que eles podem ser dispensáveis (ou mesmo estar inclusos em algum pacote contratado).

Nesse caso, R$ 900,00 seriam o suficiente para cobrir esse tipo de gasto.

Orçamento de CasamentoFoto: Blush by Brandee Gaar

J. Lembrancinhas e presentes

As lembrancinhas são item indispensável. Seja qual for o tipo de mimo escolhido pelo casal, os convidados vão adorar receber. E, em geral, não devem ser gastos muito altos: apenas 3% do orçamento são destinados a isso.

Em nosso orçamento de casamento fictício, isso representa um gasto de até R$900,00.

K. Intercambiáveis

Todas as porcentagens apresentadas no post não são fixas, são apenas ideias de como dividir o dinheiro para ter um limite em cada área. Ainda assim, vocês podem optar por não gastarem nada com estacionamento e transporte e aplicarem os 3% que seriam utilizados para cobrir esses gastos para aumentar o valor a ser gasto com os trajes, por exemplo.

L. Atenção às letras miúdas!

Um jeito de não estourar o orçamento de casamento é prestar bastante atenção aos contratos. Algumas empresas oferecem vários serviços dentro de um mesmo contrato, o que pode ser bom ou ruim.

Pelo lado bom, vocês podem conseguir negociar um preço mais baixo, já que estão contratando diversos serviços com um mesmo fornecedor. Entretanto, você precisa confiar bastante na empresa e saber se vale à pena. Em alguns casos você pode contratar determinado serviço pelo menos preço que contrataria (ou até menor) junto com outros. É tudo uma questão de pesquisar, pesquisar e pesquisar.

Conhecendo bem o contrato vocês saberão sobre o quê existem taxas extras, se elas podem ser evitadas, retiradas ou negociadas e se vale mesmo à pena fechar com a empresa X ao invés da Y. Lembrem-se sempre de verificar tudo.

Orçamento de Casamento

M. Imprevistos

Imprevistos acontecem. E não há como se certificar que nada vai acontecer só por ser o dia do casamento de vocês. É sempre aconselhável deixar uma quantia de, aproximadamente, 5% do valor estipulado para o orçamento de casamento, como reserva para qualquer imprevisto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *