Escolhendo Padrinhos e Madrinhas de Casamento

Quase tão importantes quanto os noivos são os convidados especiais. Padrinhos e madrinhas de casamento, pajens e daminhas desempenham papéis essenciais. E, por isso mesmo precisam ser pessoas próximas do casal.

E, embora muitas pessoas acreditem o contrário, os escolhidos não precisam, necessariamente, ter laços de sangue com o casal. Às vezes, os padrinhos de casamento são apenas melhores amigos dos noivos e as daminhas e pajens são filhos de amigos.

Porém, como estamos falando de pessoas, alguns problemas podem acontecer. E vocês precisam aprender a evitar se indispor com a família e os amigos.

Madrinhas de CasamentoFonte: The Bride Link

Quantos padrinhos e madrinhas de casamento?

Antes de pensar em “quem” é importante delimitar “quantos”. Quantas madrinhas de casamento cada um terá? E quantos padrinhos?

Por mais costumeiro que seja ter padrinhos e madrinhas de casamento em casais (ou seja: o mesmo número de padrinhos e de madrinhas), em alguns casamentos já acontece de o casal chamar um número diferente. O que muda, nesse caso, são os arranjos de entrada na cerimônia.

Em geral, um bom número de casais a serem convidados fica entre 3 e 5 casais (de cada lado, para o noivo e para a noiva). É bom lembrar que eles ficarão próximos ao casal durante a cerimônia e é necessário ter espaço para que o fotógrafo e cinegrafista consigam se movimentar para registrar tudo.

Padrinhos de Casamento Fonte: Wedding Ideas

Quantos pajens e damas de honra?

Já os pajens e daminhas (ou floristas, como podem ser chamadas) podem requerer um pouco mais de elaboração, principalmente se estivermos falando de crianças. Porque, sim, um costume dos EUA começou a chegar aos casamentos brasileiros: a presença de damas de honra adultas.

Quando falamos de criança, o primeiro fator a ser considerado é a idade. Se elas forem muito pequenas, talvez precisem de alguém para acompanhá-las; se forem um pouco maiores, não há garantia de que se darão bem umas com as outras.

Uma boa ideia é escolher crianças acima de 5 anos e, assim como na escolha da quantidade de padrinhos e madrinhas de casamento, é importante pensar na questão estética. Vocês não querem uma cerimônia longa e cansativa, correto? Então a ideia é que vocês mantenham os números em até dois (dois pajens e duas daminhas).

Pajem e Dama de HonraFonte: Divulgação/DollarPhotoClub

Quem convidar?

Apesar de, muitas vezes, os convidados especiais de um casamento fazerem parte da família dos noivos. Irmãos, irmãs, primos e primas, muitas vezes são os primeiros a serem cogitados para ocuparem posições tão importantes nesse dia. Mas não há nenhuma regra que obrigue o casal a convidar familiares.

A coisa mais importante a se ter em mente quando vocês estiverem pensando sobre quem convidar, é sobre a presença e importância dessas pessoas dentro do relacionamento de vocês. E é ainda melhor se essas pessoas tiverem tido algum tipo de influência em vocês estarem juntos (um amigo em comum que os apresentou, uma amiga que armou o primeiro encontro do casal etc.).

Madrinhas de CasamentoFonte: The Bijou Bride

Da mesma forma, as escolhas dos pajens e damas de honra devem ser baseadas na proximidade do casal com a criança. Não adianta querer chamar o filho da prima de segundo grau da sua tia só para ficar bem com a família, se vocês nunca se vêem e mal sabem o nome da criança. Lembrem-se: esse é o dia de vocês e é importante que vocês estejam confortáveis (e felizes!) com tudo que estiver acontecendo.

Para não criar um “climão”

Existem algumas regras não escritas de etiqueta dos casamentos, principalmente no que diz respeito a esses convites singulares.

Quando vocês forem escolher os padrinhos e madrinhas de casamento, é importante considerar o status de relacionamento da pessoa. Pode ser chato convidar sua amiga para ser madrinha e deixar de fora o namorado dela, com quem ela namora há 10 anos. Não é obrigatório, mas seria mais delicado se vocês pudessem convidar o casal. O mesmo serve para pessoas casadas.

Já aquele amigo que começou a namorar há dois meses e ainda não sabe no que isso vai dar, não há necessidade de ser convidado para assumir os postos de padrinho e madrinha como um casal.

De todas as formas, caso qualquer tipo de mal entendido aconteça, a melhor forma de lidar com ele é sentando com os envolvidos e conversando, tentando esclarecer qualquer mal entendido.